Pré-Jogo: 09/09/2018 > FA Women’s Super League > Arsenal Women x Liverpool Women

 

Neste domingo (09/09/2018), às 8h30 (Hora de Brasília), Arsenal Women estréia na FA Women’s Super League (1ª Divisão do Futebol Inglês) com uma partida contra o Liverpool Women. A principal divisão do futebol inglês foi reformulada e aumentou o número de participantes pra 11 clubes, todos profissionais. A segunda divisão passou a se chamar FA Women’s Championship e contará com 12 equipes. O último colocado na FA Women’s Super League será rebaixado pra FA Women’s Championship. Os dois primeiros colocados colocados disputarão a UEFA Women’s Champions League. Arsenal Women venceu as duas primeiras edições da FA Women’s Super League em 2011 e 2012. De lá pra cá, não conquistou mais o título da Liga. Em compesação, conquistou 3 títulos da FA Women’s Cup (principal Copa da Inglaterra) e 3 títulos da FA WSL Continental Cup (uma espécie de Copa da Liga). Arsenal Women vai tentar reconquistar o título da FA Women’s Super League na temporada 2018/19 com um trabalho já mais consolidado de Joe Montemurro e uma equipe entrosada e forte.

Arsenal Women estreou nesta temporada com uma vitória por 3 a 1 em cima do West Ham United Women, um dos estreantes na FA WSL. O jogo foi disputado no dia 19/08/2018 e válido pela Primeira Fase da FA Women’s Super League Continental Tyres Cup. Katie McCabe foi o grande destaque dessa partida, marcando 2 gols. Beth Mead fez o outro gol do Arsenal Women FC. Algumas jogadoras deixaram o clube ao final da temporada passada: Alex Scott (aposentou-se), Josy Henning (aposentou-se), Anna Moorhouse (contratada pelo West Ham United Women), Anna Filbey (contratada pelo Tottenham Hotspur Ladies) e Heather O’Reilly (contratada pelo North Carolina Courage). Arsenal Women se reforçou, contratando três jogadoras que estavam disputando o campeão alemão, a austríaca Vik Schnaderbeck, que tanto pode jogar como zagueira e meio-campista, a suíça Lia Wälti, que atua como meio-campista, mas pode ser utilizada como zagueira, e a alemã Tabea Kemme, que pode também jogar tanto na defesa como no meio de campo.

Schnaderbeck jogava no Bayern München Women e Wälti e Kemme atuavam no Turbine Potsdam. Arsenal Women também contratou a goleira francesa Pauline Peyraud-Magnin (ex-Lyon) pro lugar de Moorhouse. Infelizmente, Tabea Kemme está contundida desde Fevereiro. Ela teve uma contusão séria no joelho. Kemme nem chegou a treinar no Arsenal Women. Vik Schnaderbeck iniciou a pré-temporada, mas contundiu-se. Ela teve os ligamentos do joelho rompidos durante a pré-temporada. As duas jogadoras não deverão retornar aos gramados antes do Natal. A boa notícia foi a recuperação da sueca Jessica Samuelsson, que ficou a temporada passada quase toda no Departamento Médico se recuperando de uma grave lesão que sofreu durante um jogo da Seleção Sueca. Arsenal Women tem um elenco forte, uma folha salarial bem pesada e um grande orçamento. A equipe tem tudo pra brigar pelo título com os grandes Chelsea Ladies e Manchester City Women. Kim Little, Jordan Nobbsa, Vivianne Miedema, Beth Mead e Lia Wälti estão entre as principais jogadoras de futebol do mundo.

Arsenal Women também tem revelado grandes jogadoras. Algumas já até deixaram o clube. Leah Williamson é uma dessas grandes revelações dos Gunners. Ela já é figura carimbada na Seleção da Inglaterra. A maioria das jogadoras do Arsenal Women são versáteis e podem jogar em várias posições. Arsenal Women não vai poder perder pontos preciosos como na temporada passada, quando perdeu pontos pra Yeovil Town. Manchester City Women e Chelsea Ladies têm equipes muito fortes. Liverpool Women também tem tradição e já foi campeão da WSL. Então, todo cuidado é pouco. Muitas jogadoras renovaram seus contratos, confiando no trabalho de Joe Montemurro, que tem todo os respeito das jogadoras. Montemurro já tem 8 meses de trabalho no clube e vem sedimentando sua filosofia de jogo. As jogadoras já estão adaptadas à sua forma de futebol total, com muita fluidez e troca de posições. Vivianne Miedema perdeu grande parte da temporada passada por causa de uma contusão. Ela é uma das peças fundamentais do Arsenal Women.

Por outro lado, os Gunners enfrentam o problema de falta de profundidade do elenco, que conta com apenas 18 jogadoras. Dessas jogadoras, apenas 15 estão disponíveis. Além de Vik Schnaderbeck e Tabea Kemme no Departamento Médico, Danielle Carter também sofreu o rompimento dos ligamentos cruzados do joelho e perderá pelo menos a metade da temporada. Arsenal Women somente conta duas zagueiras de ofício, Louise Quinn e Leah Williamson. Os Gunners não podem ter mais baixas. Muitas jogadoras do Arsenal Reserves deixaram o clube pra jogarem em equipes da 2ª Divisão e tentarem bolsas de estudos nos Estados Unidos. Joe Montemurro é defensor do controle do jogo, mesma filosofia do seu antecessor Pedro Martinez Losa. As jogadas devem começar a serem construídas da defesa. Montemurro tem utilizado o esquema 4-3-3 com frequência com uma das meias (Nobbs ou Little) apoiando o ataque. As atacantes constantemente trocam de posição. As jogadas pelas pontas são bem trabalhadas pelo Arsenal Women. Leah Williamson tem mais liberdade pra avançar quando necessário. Jordan Nobbs é a principal jogadora responsável pela armação de jogadas do Arsenal Women. Williamson é muito boa no desarme e na marcação. Wälti é ambidestro. Na temporada passada, ficamos a 1 ponto da vaga na UEFA Women’s Champions League. Nesta temporada, precisamos pelo menos ser vice-campeão.

 

arbitragem

Árbitro: Matty Buonassisi
Assistentes: Aaron Farmer e Jamie Pope
4º Árbitro: Tom Bishop

 

Histórico dos confrontos

As equipes se enfrentaram pela última vez no dia 24 de abril de 2018. Arsenal Women venceu por 3 a 0, no Estádio Meadow Park. Jordan Nobbs marcou 2 gols. Katie McCabe marcou 1 gol. Nos últimos 4 jogos, Arsenal Women venceu 3 e empatou 1. A última derrota foi no dia 31 de julho de 2016, quando perdeu por 2 a 1, no Estádio Meadow Park. O jogo costuma ter muitos gols. Foram 15 gols nos últimos 3 jogos, média de 5 por jogo.
Vitórias do Arsenal Women: 20
Empates: 2
Vitórias do Liverpool FC Women: 3
Gols do Arsenal Women: 81
Gols do Liverpool FC Women: 28
Primeiro Jogo: 04/09/2004 – Women’s Premier League – Liverpool FC Women 0x4 Arsenal Women
Jogos na Women’s Premier League: 6 (6 vitórias do Arsenal Women, 30 gols do Arsenal Women, 6 gols do Liverpool FC Women)
Primeiro Jogo: 04/09/2004 – Liverpool FC Women 0x4 Arsenal Women
Último Jogo: 23/11/2008 – Arsenal Women 2×0 Liverpool FC Women
Jogo na Copa da Liga: 16/02/2007 – Liverpool FC Women 1×4 Arsenal Women
Jogo na FA Women’s Cup: 26/04/2013 – Liverpool FC Women 1×2 Arsenal Women
Jogos na FA Women’s Super League: 17 (12 vitórias do Arsenal Women, 2 empates, 3 vitórias do Liverpool FC Women, 39 gols do Arsenal Women, 26 gols do Liverpool FC Women)
Primeiro Jogo: 24/7/2011 – Arsenal Women 3×0 Liverpool FC Women
Último Jogo: 24/4/2018 – Arsenal Women 3×0 Liverpool FC Women

 

Liverpool FC Women

Liverpool FC Women sofreu uma completa reformulação, inclusive no nome (antes era chamado de Liverpool Ladies FC). O técnico Scott Rodgers deixou a equipe. Foi contratado o técnico Neil Redfearn. Várias jogadoras deixaram a equipe de Liverpool, entre elas, a ex-jogadora do Arsenal Women, Caroline Weir. Alex Greenwood, Siobhan Chamberlain (ex-jogadora do Arsenal), Kate Longhurst, Sophie Ingle e Gemma Bonner também deixaram o clube. Liverpool Women contratou Kirsty Linnett, Courtney Sweetman-Kirk, Leighanne Robe, Niamh Fahey (ex-jogadora do Arsenal) e Christie Murray. Chris Kirkland é o novo treinador de goleiros. Liverpool FC Women vem de duas derrotas. Estreou na FA Women’s Super League Continental Tyres Cup no dia 19/08/2018 com derrota pra equipe do Manchester United Women, que foi fundada há poucos meses. Elizabeth Arnott marcou o gol do United. Provável time: Preuss; Bradley-Auckland, Matthews, Roberts, Robe, Murray, Fahey, Coombs, Murray, Clarke e Linnett.

 

arsenal

Arsenal Women vem da conquista do título do Toulouse International Ladies Cup, na França. Na pré-temporada, foram 3 jogos, 2 vitórias e 1 empate. Os destaques da equipe foram Vivianne Miedema e Kim Little. Beth Mead é outra jogadora muito perigosa e que pode decidir o jogo a qualquer momento. Jordan Nobbs e Jessica Samuelsson já se recuperaram de contusão e inclusive jogaram alguns minutos na Toulouse International Ladies Cup. Tabea Kemme, Danielle Carter e Viki Schnaderbeck estão todas contundidas como foi informado acima. As três só deverão retornar próximo ao Natal. Danielle van de Donk já está recuperada e deverá estar disponivel. Jessica Samuelsson também está completamente recuperada.

Time Provável

Reservas: Peyraud-Magnin, Samuelsson, Evans, Kuyken, Mead e Grant.

 

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *